Rally Targa Serra da Freita 2012

7217203276_126cbd08ae

Rally Targa / Serra da Freita 2012
Rally Targa / Serra da Freita 2012Rally Targa / Serra da Freita 2012
Rally Targa / Serra da Freita 2012

AVISO: Este artigo contém uma dose anormal de nostalgia.

Depois de ter perdido a edição do ano passado, não pude deixar de ir ao Rally Targa / Serra da Freita. Assistir a esta prova é mais do que “ver carros a passar”: é trazer à memória os anos de ouro do Rally de Portugal. As boas e más memórias.

Rally Targa / Serra da Freita 2012
Rally Targa / Serra da Freita 2012Rally Targa / Serra da Freita 2012
Rally Targa / Serra da Freita 2012

Os rallyes regressaram à Freita graças às provas do Campeonato Open (e ao Targa Clube), mas por lá já passaram o Rally Solverde (Campeonato Nacional, anos 90 e 2000) e o mítico Rally de Portugal (Campeonato do Mundo, anos 80/90).

A Serra da Freita ainda hoje é descrita como um “Santuário do Rally de Portugal” (fonte). Naquela altura, o Rally de Portugal era disputado em piso de terra e asfalto, e o formato da prova era muito diferente. Os pilotos estavam constantemente em prova desde manhã até à noite, madrugada dentro. Por causa disso é que a Freita era especial: passavam por lá quando já era noite cerrada. E como as condições de segurança naquela altura eram bem diferentes (para muito pior) e havia muita, mas mesmo muita gente junto à estrada, certamente que era uma experiência inesquecível para qualquer piloto.

Por lá passaram nomes míticos como Carlos Sainz, Juha Kankkunen, Didier Auriol, Massimo Biasion, Markku Alen e muitos outros. Gostava de um dia encontrar pelo menos um deles e perguntar-lhes do que se lembram da classificativa da Freita.

Eu estava lá. Era muito novo, pelo que não assistia ao rally na Freita, mas mais abaixo na classificativa de Arouca que era disputada em asfalto. Lembro-me da multidão que se acumulava no cruzamento do Burgo, que quase não dava espaço para os carros passarem. Lembro-me das luzes dos faróis dos carros, que dada a sua potência, cegavam momentaneamente qualquer um. Mas principalmente do barulho: dos carros e das pessoas. Melhor que ver futebol.

Rally Targa / Serra da Freita 2012Rally Targa / Serra da Freita 2012
Rally Targa / Serra da Freita 2012Rally Targa / Serra da Freita 2012

E eis que o Rally Targa traz uma parte desse tempo de volta. É certo que os carros e os pilotos não dão tanto espectáculo, nem há tanta gente junto à estrada (mas claramente com muito mais consciência).

Por isso claro que quero que este Rally continue a passar pela Freita durante muitos anos. Acredito que muita gente que lá estava também tem esse desejo, não só para “ver carros a passar”, mas para recordar aqueles anos míticos.

1 Comentário

  1. Gajo da Ford Transit diz: Responder

    Tambem eu vi 2 vezes o rali de Portugal no troço de Arouca. E tambem posso dizer que era melhor que ver futebol. A ultima vez o troço teve que ser neutralizado porque houve um “artista” que caiu de uma arvore e partiu um braço.

Deixar uma resposta